Perguntas
frequentes

Centro de infusões terapêuticas

Saiba mais e tire dúvidas sobre algumas perguntas frequentes:

Infusão terapêutica é a administração de medicamentos por via parenteral, ou seja, por vias intravenosa ou subcutânea. A infusão terapêutica é o recurso utilizado para o tratamento de doenças, em que não se obteve sucesso com a administração de medicamentos por via oral ou que necessitam de uma via de administração que tenha absorção e circulação facilitada no organismo.

As vias de administração são as formas como a medicação entra em contato com o organismo para exercer sua ação farmacológica. Elas podem ser divididas em dois grupos principais: enterais (via oral, sublingual e retal) e parenterais (via endovenosa, intramuscular e subcutânea, entre outros). Os tratamentos parenterais exigem dispositivos auxiliares, como seringas e agulhas, e têm ação mais rápida e precisa. Além disso, permitem administração de medicamentos que não têm absorção adequada por via enteral.

A via de administração dos fármacos é definida de acordo com a velocidade que se espera da ação da droga, do tempo de tratamento, a enfermidade e do tipo e quantidade da medicação.

O tratamento de doenças autoimunes e inflamatórias sistêmicas inclui o uso de medicamentos imunobiológicos e agentes farmacológicos que devem ser administrados por meio de injeções subcutâneas ou endovenosas. Veja algumas enfermidades que podem receber terapia parenteral no Centro de Infusões Terapêuticas do Fleury:

  • Artrite reumatoide: doença inflamatória crônica e autoimune, afeta principalmente articulações, mas pode acometer outros sistemas como vasos sanguíneos, nervos periféricos e pulmões.
  • Artrite psoriásica: doença inflamatória ligada à psoríase que atinge articulações, a coluna vertebral e ligamentos.
  • Osteoporose: diminuição progressiva da densidade óssea, com enfraquecimento dos ossos e aumento do risco de fraturas.
  • Psoríase: doença de pele crônica e inflamatória que causa manchas vermelhas, descamação, irritação e coceira.
  • Lúpus eritematoso sistêmico: doença inflamatória autoimune ocasionada por um desequilíbrio do sistema imunitário, pode afetar diversos órgãos e tecidos.
  • Esclerose múltipla: doença crônica e autoimune que acomete o sistema nervoso central.
  • Doença de Crohn: doença inflamatória crônica que afeta o trato gastrointestinal.
  • Vasculite: inflamação das paredes dos vasos sanguíneos, dificultando ou interrompendo o fluxo de sangue em diferentes órgãos e sistemas.
  • Espondilite anquilosante: doença inflamatória crônica que atinge principalmente a coluna vertebral, ligamentos e articulações periféricas.
  • Retocolite ulcerativa: doença inflamatória intestinal que afeta predominantemente o intestino grosso e o reto.
  • Asma alérgica grave: chiado no peito persistente causado por espasmo dos brônquios, refratário ao uso dos medicamentos comuns (broncodilatadores e corticoides inalatórios, além das medicações por via oral) e com níveis elevados de IgE.
  • Urticária crônica espontânea: lesões na pele de padrão alérgico, papulares e pruriginosas, refratárias ao uso de anti-histamínicos e com níveis elevados de IgE.
  • Agamaglobulinemia: imunodeficiência primária de início precoce com ausência de imunoglobulinas circulantes e necessidade de reposição de imunoglobulina humana.
  • Imunodeficiência comum variável: principal imunodeficiência primária sintomática em adultos, consistindo em níveis reduzidos de imunoglobulinas, infecções de repetição e aumento da frequência de autoimunidade.

Referência em medicina diagnóstica há mais de 90 anos, o Fleury agora ingressa na área de infusões terapêuticas, disponibilizando tratamentos por via endovenosa e subcutânea com a tradicional excelência, conforto e segurança. O Centro de Infusões Terapêuticas é um serviço especializado para atender aos nossos clientes com necessidade dessa modalidade de tratamento . Conheça as principais vantagens de realizar seu procedimento no Centro de Infusões Terapêuticas do Fleury:

Garantia das medicações e aplicações

  • Utilização apenas de medicamentos de referência.
  • Conferência tripla dos fármacos e dosagens.

Transparência sobre a sessão de aplicação

  • Relatório para o médico com informações clínicas sobre seu paciente durante o procedimento.
  • Disponibilidade de registro de cada aplicação, facilitando o acompanhamento do tratamento.

Atendimento especializado

  • Equipe médica de suporte com especialização em infusões terapêuticas.
  • Equipe de enfermagem especializada e experiente em terapia de infusão parenteral.
  • Farmácia completa Fleury dedicada ao Centro.

Padrão Fleury de qualidade

  • Cliente dispõe de serviço com a excelência do Fleury Medicina e Saúde.

Espaço humanizado

  • Ambiente mais agradável e acolhedor em comparação com o âmbito hospitalar.

A aplicação endovenosa acontece diretamente na veia enquanto a
subcutânea acontece no tecido subcutâneo abaixo da pele do paciente.

Já a intramuscular ocorre diretamente pelo músculo.

Os cuidados a serem tomados antes de se receber um medicamento imunobiológico variam de acordo com o agente a ser utilizado. Antes de iniciar terapia com agente imunobiológico, é importante relatar a seu médico todos os seus problemas de saúde e os sintomas que esteja a apresentar. Antes de iniciar a maioria dos tratamentos com essa classe de medicamentos, habitualmente, o médico investiga a presença de agentes infecciosos em exames de sangue (p.ex. infecção pelo vírus da hepatite B e hepatite C) e a tuberculose latente, nome dado à presença do bacilo da tuberculose no organismo sem causar doença. Além disso, a presença de sintomas infecciosos, como febre ou apenas sintomas de “gripe”, leva à necessidade de adiamento da infusão do medicamento. Nessas situações, é sempre importante avisar ao seu médico sobre seus sintomas. A presença de atraso menstrual com suspeita de gestação também deve ser comunicada ao seu médico para que essa condição possa ser esclarecida antes da infusão do medicamento.

É importante sempre observar sinais de alergia, como coceira e manchas vermelhas na pele, além de sinais e sintomas de doença infecciosa como tosse, febre, secreção nasal, diarreia etc. Avise sempre seu médico, caso tenha dúvidas sobre algum sintoma novo que esteja apresentando.

Antes de receber a medicação, você será recebido pela equipe de enfermagem e terá seus sinais vitais verificados, em seguida, você é avaliado por um médico que irá verificar se você tem condições clínicas para receber a terapia, principalmente se há alguma contraindicação no momento. A administração do medicamento será realizada e você ficará em observação por um período que varia de acordo com o medicamento administrado.

Apesar de raras, reações adversas podem acorrer após a administração de medicamentos de terapia infusional. O tipo de reação adversa dependerá do medicamento administrado. É importante ficar atento para sinais de alergia e de infecção. Sempre entrar em contato com seu médico se novos sintomas aparecerem após a infusão.

O paciente deve conversar com o médico que o acompanha para que ele indique qual o melhor tratamento para o quadro clinico apresentado. Via de regra, o paciente precisará de 3 documentos básicos: a) prescrição médica (especificando a dosagem a ser utilizada por infusão / aplicação), b) exames complementares que comprovem o diagnóstico e c) laudo médico informando a opção terapêutica, incluindo histórico da doença e o período do tratamento a ser realizado. Alguns desses documentos são necessários para iniciar o processo junto à operadora de saúde.

As principais vias de administração de medicamentos são a oral, sublingual, retal, transdérmica, intramuscular, subcutânea e intravenosa. As principais vias de administração utilizadas na infusão terapêutica são as vias subcutânea e intravenosa.

Agentes imunobiológicos são medicamentos produzidos por organismos vivos e que apresentam alvo terapêutico bem específico em nosso organismo, geralmente uma substância produzida por nossas células ou moléculas na superfície de células específicas do sistema imunológico. Os agentes imunobiológicos são moléculas de alta complexidade e que tem potencial de causar reação de nosso sistema imunológico a elas, sendo essa propriedade é conhecida como imunogenicidade. Os fármacos tradicionais, diferentemente dos agentes imunobiológicos, são produzidos por síntese química, são moléculas de baixa complexidade e têm menor potencial de imunogenicidade.